Resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Buscar em posts
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
+ Natureza
Abandonados
Banner
Cachoeiras
Cachoeiras em Baependi
Cachoeiras em Biritiba Mirim
Cachoeiras em Boiçucanga
Cachoeiras em Bueno Brandão
Cachoeiras em Cubatão
Cachoeiras em Ilha Grande
Cachoeiras em IlhaBela
Cachoeiras em Joanópolis
Cachoeiras em Maromba
Cachoeiras em MG
Cachoeiras em Mogi das Cruzes
Cachoeiras em Paranapiacaba
Cachoeiras em Petrópolis
Cachoeiras em Prudentópolis
Cachoeiras em São Bernardo
Cachoeiras em São José do Barreiro
Cachoeiras em São Sebastião
Cachoeiras em São Thomé das Letras
Cachoeiras em SP
Cachoeiras em Tabuleiro
Cachoeiras em Visconde de Mauá
Cachoeiras em Votorantim
Cachoeiras na Bahia
Cachoeiras na Chapada Diamantina
Cachoeiras no Alto Caparaó
Cachoeiras no Espírito Santo
Cachoeiras no Paraná
Cachoeiras no Rio de Janeiro
Camping
Campings em Bertioga
Cata Lixo
Cavernas
Curiosidades
Dicas
Doação de Sangue
Economizar para viajar!
Entretenimento
Equipamentos
Fazendo o Bem
Grutas em São Sebastião
Grutas em São Thomé das Letras
Grutas na Chapada Diamantina
Iniciantes
Legais
Livros
Mergulho Livre
Montanhas
Montanhas em Aiuruoca
Montanhas em Atibaia
Montanhas em Baependi
Montanhas em Biritiba Mirim
Montanhas em Cunha
Montanhas em Espirito Santo
Montanhas em Extrema
Montanhas em Guarulhos
Montanhas em Ilhabela
Montanhas em Mairiporã
Montanhas em Minas Gerais
Montanhas em Mogi das Cruzes
Montanhas em Monte Verde
Montanhas em Passa Quatro
Montanhas em Petrópolis
Montanhas em Piquete
Montanhas em São Bento do Sapucaí
Montanhas em São José do Barreiro
Montanhas em São Paulo
Montanhas em São Thomé das Letras
Montanhas em Ubatuba
Montanhas em Visconde de Mauá
Montanhas na Bahia
Montanhas na Chapada Diamantina
Montanhas na Cidade de São Paulo
Montanhas na Lapinha da Serra
Montanhas no Alto Caparaó
Montanhas no Itatiaia
Montanhas no Rio de Janeiro
Outros
Paranapiacaba
Pedal
Plaquinhas do Bem
Poços Cristalinos
Praias
Praias em Bertioga
Praias em Ilha Grande
Praias em IlhaBela
Praias em Peruíbe
Praias em São Paulo
Praias em São Sebastião
Praias em Ubatuba
Praias no Guarujá
Praias no Rio de Janeiro
Queluz
Relatos
Roteiros
Segurança
Sustentabilidade
Travessias
Travessias em Cubatão
Travessias em Minas Gerais
Travessias em Mogi das Cruzes
Travessias em Paranapiacaba
Travessias em Passa Quatro
Travessias em Petrópolis
Travessias em São Bernardo
Travessias em São José do Barreiro
Travessias em SP
Travessias em Teresópolis
Travessias no Rio de Janeiro
Trilhas
Trilhas em SP
{ "homeurl": "https://coconomato.com.br/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "hover", "itemscount": 4, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "70px", "showauthor": 0, "showdate": 1, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados:", "didyoumeantext": "Você quis dizer?", "defaultImage": "http://coconomato.com.br/wp-content/plugins/ajax-search-lite/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "scrollToResults": 0, "resultareaclickable": 1, "defaultsearchtext": "", "autocomplete": { "enabled" : 1, "lang" : "en" }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "redirectonclick": 0, "trigger_on_facet_change": 1, "settingsimagepos": "left", "hresultanimation": "fx-none", "vresultanimation": "fx-none", "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "iianimation": "1", "analytics": 1, "analyticsString": "busca-{asl_term}", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "overridewpdefault": "0" }

As 10 coisas mais difíceis na vida de um trilheiro

Apesar de todo lado bom existem alguns “perrengues” que acontecem com certa frequência na vida de vários
trilheiros. Veja a lista dos dez perrengues mais comuns na vida dos trilheiros.
As 10 coisas mais difíceis na vida de um trilheiro

As 10 coisas mais difíceis na vida de um trilheiro

As Dez coisas mais difíceis na vida de um trilheiro - Mochila Pesada

As Dez coisas mais difíceis na vida de um trilheiro – Mochila Pesada

1 – Mochila pesada

Você sai de casa com aquela sensação de que você esta levando algumas coisas a mais na sua cargueira, no metrô você se liga “Caramba ta pesado pacas! E o pior nem água eu peguei!”.

Quem nunca acabou uma trilha ou travessia com os ombros arregaçados e lombar e pernas doendo pra caramba?

2 – Necessidades durante a madrugada

Manja aquela noite gelada? Mas gelada mesmo, principalmente no cume de uma montanha! Lá esta você em um sono profundo e pesado, descansando do dia puxado de trekking, quentinho dentro do seu saco de dormir.

Quando de repente vem aquela vontade de fazer xixi ou pior fazer cocô! AHHHHHHHHH PQP!

Você acorda tenso porque sabe que não é aquela simples vontade que da pra segurar, manja quando você sabe que tem que ir no banheiro de qualquer jeito? Você guerreiro (a) tenta segurar de qualquer jeito, gira pra um lado, gira pro outro, faz cara feia e ai você se rende a sua necessidade…!

Tem coisa pior do que acordar na madruga na friaca pra fazer cocô? TENSO!

PS: Tirando quando você esquece o papel higiênico ou ele milagrosamente desaparece da sua mochila e você tem que acordar o colega pra fazer o número 2!

3 – Goteira na barraca

As Dez coisas mais difíceis na vida de um trilheiro - Goteira na barraca

As Dez coisas mais difíceis na vida de um trilheiro – Goteira na barraca

Noite de sono tranquila com sua companheira (o) na barraca e começa uma chuvinha de leve, você pensa: “Ah que delícia eu adoro dormir com barulho de chuva!”. Minutos depois começa uma leve goteira no teto da sua barraca…!

Sabe aquela goteira que nem incomoda mas que se ficar a noite toda vai molhar tudo que tem na barraca?

Conheço várias pessoas, mas várias mesmo (inclusive eu) que em situações assim deixaram a goteira rolar por extrema preguiça de sair da barraca e arrumar!

Mas vamos concordar, que sair da barraca na chuva e vencer a preguiça é uma batalha que só os fortes vencem!

4 – Tchau COMIDA!

Você caminhou o dia todo comendo lanches rápidos para aproveitar mais o dia. Ao anoitecer no acampamento você e seus amigos estão famintos, loucos para devorar um rango.

Sabe aquele rango especial combinado pela galera antes do role lá no Facebook?

O cozinheiro do grupo é praticamente um mestre CUCA, todos estão ansiosos esperando a maravilhosa janta sair.

Quando o rango esta praticamente pronto o próprio cozinheiro ou colegas sem querer esbarram no fogareiro e a panela se vira por completo no chão ='(.

Não da vontade de chorar?

  • Certeza que mesmo do chão a galera recupera tudo que foi possível pra não passar fome! ;)

5 – Quebrando a cara (Não chegar ao destino desejado)

Quem nunca saiu pra uma trilha com o relato impresso, com as informações anotadas em um papelzinho e até com um mapinha pronto feito a mão pelo Google Earth?

Você acorda as 5:00 da manhã em um domingo gelado e vai para o meio do mato atrás de alguma cachoeira, montanha ou outro atrativo natural.

Você encontra uma bifurcação, encontra duas bifurcações, encontra três trifurcações e quando você percebe caminhou o dia todo e não chegou ao destino final.

Todo trilheiro gosta da trilha em si, mas voltar pra casa depois de um dia todo de caminhada errando o caminho inúmeras vezes é triste né?

As Dez coisas mais difíceis na vida de um trilheiro - Esquecer algo essencial

As Dez coisas mais difíceis na vida de um trilheiro – Esquecer algo essencial

6 – Esquecer algo essencial!

Quem nunca esqueceu algo essencial em uma travessia importante? Fogareiro, Kit Gás, panela, esqueiro, corda, lanterna ou até mesmo a bota?

7 – Tomar banho!

Banho na cachoeira a noite com um tempo gelado! Não preciso falar mais nada né? Aquele banho de gato que você lava o suvaco e a “virilha” e sai correndo de volta pra barraca!

 8 – Desmontar a barraca

Essa é para os iniciantes, quem nunca voltou pra casa com a barraca amarrada com um barbante porque não conseguiu coloca-la na sua embalagem original?

Se você ainda não sabe segue o link de Como desmontar uma barraca de camping.

9 – Chuva, chuva e mais chuva!

Feriado prolongado, logística pronta, passagens compradas e você pronto para uma bela travessia de 4 dias no meio de um lugar maravilhoso ou até ficar 4 dias acampando em uma praia.

Até que algum integrante do grupo posta no evento do Face o “climatempo” e a previsão é 35 mm de chuva durante todos os dias.

Os confiantes: “O clima tempo sempre erra!” ou “Bora na chuva mesmo!” e é claro com tudo certo e comprado a galera vai se jogar mesmo assim.

Passar o feriado dentro de uma barraca, andando embaixo de chuva os 4 dias ou ficando embaixo de uma lona com os amigos sempre rende boas risadas, mas sem dúvidas seria melhor se o tempo colaborasse né? =).

Quem nunca passou um feriado embaixo de chuva!

10 – A mais difícil de TODAS!

As dez coisas mais dificeis na vida de um trilheiro - A hora de ir embora

As dez coisas mais dificeis na vida de um trilheiro – A hora de ir embora

Sem dúvidas a coisa mais difícil na vida de um trilheiro é a hora de ir embora!

Não é horrível a sensação de ter que voltar para um lugar que você não quer estar e ser obrigado a fazer coisas que você nem gosta de fazer?

Esperamos ansiosamente pela sexta feira para nos divertirmos, para nos libertarmos e no domingo somos obrigados a voltar para esse “sistema” cheio de compromissos, obrigações, regras e tarefas que só beneficiam o próprio “sistema” que é completamente corrompido onde a sua única importância é o que você conhece ou sabe fazer para gerar mais dinheiro, dinheiro, dinheiro…!

“Nós da família Cocô no Mato buscamos uma forma de vida mais “LIVRE”, aguarde-nos!”

 

Envie uma foto do seu perrengue!

 

Envie uma foto do seu perrengue no inbox pelo Facebook e conte-nos a situação que colocaremos no nossa página!

 

Curta nossa página no Facebook e e seja nosso fã para não perder nenhuma atualização!

 

Largamos tudo e estamos viajando o mundo de bicicleta cadastrando mais atrativos naturais com todas informações necessárias para facilitar sua trip! Apoie nosso projeto fazendo uma doação de qualquer valor!


Autor: raphael.yamamoto
Posts escritos: 261

Raphael Yamamoto, apaixonado pela natureza, nascido em outubro de 1989, solteiro, vegetariano e profissional de marketing digital. - Meu maior sonho pessoal. Cair no mundão com meus irmãos do Cocô no Mato! - E o meu maior sonho para o mundo é tentar mostrar com esse blog uma vida diferente, idéias diferentes, valores diferentes dos atuais que esse sistema FD* implanta, fazendo nossas vidas uma obrigação atrás de outra e no final não vivemos, apenas sobrevivemos! PENSE PRA FORA DA CACHOLA GALERA, não deixe que o sistema implante vontades, valores, missões, modas entre outras coisas lixo em sua vida, isso só é benéfico para ele. LIBERDADE, FELICIDADE, AMOR E JUSTIÇA!

Compartilhe este post no

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *