Plaquinhas do Bem

As Plaquinhas do Bem com mensagens “Preserve a Natureza! Leve seu Lixo!”, para preservação e conscientização, foram elaboradas para agregar no projeto Fazendo o Bem com o programa Cata Lixo.

Plaquinhas do Bem - Cocô no Mato

Plaquinhas do Bem – Cocô no Mato

Porque conscientizar?

Esta claro que um dos maiores problemas da sociedade é o descaso com o meio ambiente. Sim, este é um de nossos maiores problemas. O pior de tudo é que fazemos sem saber: não reciclando, desperdiçando água, luz, energia e objetos em geral. TUDO que utilizamos no nosso dia-a-dia, do nosso papel higiênico ao nosso celular, é extraído da natureza.

Dentro do nosso alcance atual, elaboramos páginas falando sobre sustentabilidade e assuntos do tipo para tentar conscientizar as pessoas do que estamos fazendo com o mundo.

O objetivo das placas

O objetivo das placas é de conscientizar os praticantes de trekking a levarem o seu lixo de volta.

O Cata Lixo é um projeto eficiente, mas não adianta recolher o lixo pra sempre, fazendo o que não é nossa obrigação por culpa dos outros. Então para conscientizar, queremos compartilhar informativos sobre conservação ambiental através de nosso site, redes sociais e, além disso, colocando placas com frases de preservação da natureza nas entradas de trilhas e áreas de camping.

(Eco chatos que me perdoem, mas é melhor ter uma placa, que é uma poluição visual, do que um montante de lixo).

Isso pode parecer besteira, mas se essas placas mudarem a cabeça de apenas uma pessoa já é uma grande vitória para nós!

Como participar?

Quer colaborar com o projeto Fazendo o Bem? Envie uma mensagem para nossa página no Facebook ou deixe um comentário abaixo com seu contato que nós teremos o maior prazer de avisá-los quando irá acontecer a próxima etapa desse e de outros projetos.

Curta nossa página no Facebook e vire nosso Fã para não perder nenhuma atualização.

Largamos tudo e estamos viajando o mundo de bicicleta cadastrando mais atrativos naturais com todas informações necessárias para facilitar sua trip! Apoie nosso projeto fazendo uma doação de qualquer valor!


Avatar

Autor: raphael.yamamoto
Posts escritos: 261

Raphael Yamamoto, apaixonado pela natureza, nascido em outubro de 1989, solteiro, vegetariano e profissional de marketing digital.- Meu maior sonho pessoal. Cair no mundão com meus irmãos do Cocô no Mato!- E o meu maior sonho para o mundo é tentar mostrar com esse blog uma vida diferente, idéias diferentes, valores diferentes dos atuais que esse sistema FD* implanta, fazendo nossas vidas uma obrigação atrás de outra e no final não vivemos, apenas sobrevivemos!PENSE PRA FORA DA CAXOLA GALERA, não deixe que o sistema implante vontades, valores, missões, modas entre outras coisas lixo em sua vida, isso só é benéfico para ele.LIBERDADE, FELICIDADE, AMOR E JUSTIÇA!

Compartilhe este post no

3 Comentários

  1. Avatar

    Eu também apoio totalmente a ideia e iniciativa, nós que amamos estar integrados com a natureza ficamos muito tristes com tanta sujeira e falta de consciência das pessoas. Às vezes, acho que elas não percebem e nem fazem por mal, até entendo, porque quando eu e minhas irmãs éramos crianças e meus pais, não tínhamos essa visão, acredito que era por falta de informação mesmo. Hoje é diferente, há muito informações do que na minha época! Até pensamos em colocar avisos nas trilhas, mas não sabemos que material usar adequadamente, se vocês puderem dar alguma dica, agradeço. Parabéns gente, vocês são ótimos!

  2. Avatar

    Oi Inês tudo bem?

    Obrigado pelas palavras de apoio, é o que precisamos de pessoas conscientes fazendo boas ações! :)

    Acho que de acordo com a trilha o material não importa pois alguns materiais tem alta durabilidade e se um dia virar lixo temos que pensar na quantidade de lixo que “evitou”, mas o ideal era fazer placas de madeiras.

    Nossas placas foram feitas de PVC e são bem resistentes, até hoje tem placa nossa pelas trilhas, as que estragaram sumiram por conta de pessoas inconsequentes…!

    Tamo Junto :)

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *