Resultados exatos
Buscar em títulos
Buscar no conteúdo
Buscar em posts
Buscar em páginas
Filtrar por categorias
+ Natureza
Abandonados
Banner
Cachoeiras
Cachoeiras em Baependi
Cachoeiras em Biritiba Mirim
Cachoeiras em Boiçucanga
Cachoeiras em Bueno Brandão
Cachoeiras em Cubatão
Cachoeiras em Ilha Grande
Cachoeiras em IlhaBela
Cachoeiras em Joanópolis
Cachoeiras em Maromba
Cachoeiras em MG
Cachoeiras em Mogi das Cruzes
Cachoeiras em Paranapiacaba
Cachoeiras em Petrópolis
Cachoeiras em Prudentópolis
Cachoeiras em São Bernardo
Cachoeiras em São José do Barreiro
Cachoeiras em São Sebastião
Cachoeiras em São Thomé das Letras
Cachoeiras em SP
Cachoeiras em Tabuleiro
Cachoeiras em Visconde de Mauá
Cachoeiras em Votorantim
Cachoeiras na Bahia
Cachoeiras na Chapada Diamantina
Cachoeiras no Alto Caparaó
Cachoeiras no Espírito Santo
Cachoeiras no Paraná
Cachoeiras no Rio de Janeiro
Camping
Campings em Bertioga
Cata Lixo
Cavernas
Curiosidades
Dicas
Doação de Sangue
Economizar para viajar!
Entretenimento
Equipamentos
Fazendo o Bem
Grutas em São Sebastião
Grutas em São Thomé das Letras
Grutas na Chapada Diamantina
Iniciantes
Legais
Livros
Mergulho Livre
Montanhas
Montanhas em Aiuruoca
Montanhas em Atibaia
Montanhas em Baependi
Montanhas em Biritiba Mirim
Montanhas em Cunha
Montanhas em Espirito Santo
Montanhas em Extrema
Montanhas em Guarulhos
Montanhas em Ilhabela
Montanhas em Mairiporã
Montanhas em Minas Gerais
Montanhas em Mogi das Cruzes
Montanhas em Monte Verde
Montanhas em Passa Quatro
Montanhas em Petrópolis
Montanhas em Piquete
Montanhas em São Bento do Sapucaí
Montanhas em São José do Barreiro
Montanhas em São Paulo
Montanhas em São Thomé das Letras
Montanhas em Ubatuba
Montanhas em Visconde de Mauá
Montanhas na Bahia
Montanhas na Chapada Diamantina
Montanhas na Cidade de São Paulo
Montanhas na Lapinha da Serra
Montanhas no Alto Caparaó
Montanhas no Itatiaia
Montanhas no Rio de Janeiro
Outros
Paranapiacaba
Pedal
Plaquinhas do Bem
Poços Cristalinos
Praias
Praias em Bertioga
Praias em Ilha Grande
Praias em IlhaBela
Praias em Peruíbe
Praias em São Paulo
Praias em São Sebastião
Praias em Ubatuba
Praias no Guarujá
Praias no Rio de Janeiro
Queluz
Relatos
Roteiros
Segurança
Sustentabilidade
Travessias
Travessias em Cubatão
Travessias em Minas Gerais
Travessias em Mogi das Cruzes
Travessias em Paranapiacaba
Travessias em Passa Quatro
Travessias em Petrópolis
Travessias em São Bernardo
Travessias em São José do Barreiro
Travessias em SP
Travessias em Teresópolis
Travessias no Rio de Janeiro
Trilhas
Trilhas em SP
{ "homeurl": "https://coconomato.com.br/", "resultstype": "vertical", "resultsposition": "hover", "itemscount": 4, "imagewidth": 70, "imageheight": 70, "resultitemheight": "70px", "showauthor": 0, "showdate": 1, "showdescription": 1, "charcount": 3, "noresultstext": "Sem resultados:", "didyoumeantext": "Você quis dizer?", "defaultImage": "http://coconomato.com.br/wp-content/plugins/ajax-search-lite/img/default.jpg", "highlight": 0, "highlightwholewords": 1, "scrollToResults": 0, "resultareaclickable": 1, "defaultsearchtext": "", "autocomplete": { "enabled" : 1, "lang" : "en" }, "triggerontype": 1, "triggeronclick": 1, "redirectonclick": 0, "trigger_on_facet_change": 1, "settingsimagepos": "left", "hresultanimation": "fx-none", "vresultanimation": "fx-none", "hresulthidedesc": "1", "prescontainerheight": "400px", "pshowsubtitle": "0", "pshowdesc": "1", "closeOnDocClick": 1, "iifNoImage": "description", "iiRows": 2, "iitemsWidth": 200, "iitemsHeight": 200, "iishowOverlay": 1, "iiblurOverlay": 1, "iihideContent": 1, "iianimation": "1", "analytics": 1, "analyticsString": "busca-{asl_term}", "redirectonclick": 0, "redirectClickTo": "results_page", "redirect_on_enter": 0, "redirectEnterTo": "results_page", "overridewpdefault": "0" }

Travessia Petrópolis Teresópolis considerada uma das mais lindas do Brasil

A Travessia Petrópolis Teresópolis considerada uma das mais lindas do Brasil. A Travessia possui essa fama pois possui uma cadeia rochosa diferente de todos os lugares do mundo. Veja abaixo todas as informações para conhecer a famosa Travessia Petrópolis Teresópolis.

Veja mais Montanhas no Rio de Janeiro e também mais montanhas em Petrópolis.

Travessia Petrópolis Teresópolis - Panoramica

Travessia Petrópolis Teresópolis – Panoramica

Obrigações com o Meio Ambiente na Travessia Petrópolis Teresópolis

  • Leve seu lixo;
  • Recolha lixo se for possível;
  • Não use drogas ou bebidas alcoólicas para diminuir o risco de acidentes;
  • Faça suas necessidades a no mínimo 50 metros de distância de rios e nascentes.

Travessia Petrópolis Teresópolis – Informações Resumidas

Travessia Petrópolis Teresópolis - entrada

Travessia Petrópolis Teresópolis – entrada

  • Cidade: Petrópolis e Teresópolis – RJ;
  • Custo: Aproximadamente R$350,00 (passagem ida e volta + ingressos no parque) *Não esqueça fazer a reserva (Dicas e informações no final);
  • Dificuldade Física: Difícil;
  • Dificuldade de Navegação: Média;
  • Tipo do terreno: Rochoso e vegetação de montanha;
  • Quantos KM: aproximadamente 32 km;
  • Quanto tempo: A travessia é feita normalmente em 3 dias mas também pode ser feito em 2 ou até em menos de um dia;
  • Altitude acima do nível do mar: Altitude máxima 2275 metros acima do nível do mar;
  • Época boa para visitação: Abril a Setembro (inverno);
  • Exige técnicas de escalada: Não;
  • Exige equipamentos de escalada: Não.

Segue abaixo as informações detalhadas para conhecer a Travessia Petrópolis Teresópolis.

Localização da Travessia Petrópolis Teresópolis

A Travessia Petrópolis Teresópolis fica entre as cidades de Petrópolis e Teresópolis no estado do Rio de Janeiro e faz parte do Parque Nacional da Serra dos Órgãos que é um dos parques mais visitados do Rio de Janeiro.

Custo

Saindo de São Paulo do terminal rodoviário Tietê pela Viação Aguia Branca/Salutaris (mesma empresa)

  • Passagem do Ônibus: R$86,78 ida e R$96,39 sendo o total de R$183,17;
  • Passagem de Ônibus local: São dois ônibus um de R$7,50 e outro de R$3,50;
  • De carro: Aproximadamente R$380 ida e volta (incluindo os pedágios).

Como chegar no início da Travessia Petrópolis Teresópolis

Chegando na rodoviária de Petrópolis você deve procurar o terminal rodoviário local que fica no mesmo estabelecimento que você desembarcou ou pergunte para qualquer pessoa onde você pode pegar o ônibus para o “Terminal Corrêas”.

Você deve comprar o bilhete antes de entrar na área de embarque no valor de R$7,50, esse ônibus costuma sair de hora em hora a partir das 6:00 a.m e o tempo de viagem é de aproximadamente 40 minutos.

Após o embarque é só seguir até o seu ponto final, você deve pegar outro ônibus com o nome de “Pinheiral” no valor de R$3,50, peça para descer na rua do Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

Suba a rua e siga as placas sentido Parque Nacional em aproximadamente 15 minutos você chegará na entrada do parque.

Preencha a ficha de entrada abasteça a sua água e agora é só começar a Travessia Petrópolis Teresópolis.

Quer compartilhar as trilhas que você conhece? Cadastre-se é só 1 minuto cadastrando pelo Facebook.

“A Felicidade só é real quando é compartilhada!”

A Travessia Petrópolis Teresópolis

A Travessia Petrópolis Teresópolis é feita normalmente em três dias e o roteiro é:

  1. Dia – Entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Sede Petrópolis) até o Castelo do Açu (2232 metros);
  2. Dia – Castelo do Açu até a Pedra do Sino de Petrópolis (2275 metros ponto culminante);
  3. Dia – Pedra do Sino até a sede do Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Sede Teresópolis).

1° dia Travessia Petrópolis Teresópolis – Sede Petrópolis x Castelo do Açu (7 km)

Travessia Petrópolis Teresópolis - Abrigo do Açu

Travessia Petrópolis Teresópolis – Abrigo do Açu

O 1° dia da Travessia Petrópolis Teresópolis é fisicamente o mais puxado pois é o dia que você ganha mais altitude, enfrentando um desnível gigantesco, normalmente as pessoas levam entre 3 e 8 horas para chegar no Castelo do Açu.

A trilha até o Castelo do Açu é bem batida e sinalizada, você não terá dificuldades de navegação até o Castelo do Açu.

A trilha inicia em uma área plana em mata aberta, na primeira 1 hora de caminhada você encontrará duas bifurcações bem sinalizadas com placas para outros atrativos da região, como por exemplo a Cachoeira do Véu da Noiva de Petrópolis, vale muito a pena conhecer todos atrativos no percurso, tanto pela sua beleza e também pelo fácil acesso.

A subida forte começa depois da bifurcação para a Cachoeira do Véu da Noiva e daí pra frente você subirá em um “interminável” “zigue-zague” durante algumas horas de acordo com o seu ritmo.

Durante a subida você terá vários mirantes e visuais maravilhosos, aproveite para tirar fotos e recuperar o fôlego.

Em alguns momentos você caminhará em partes planas e expostas que ajudam e muito durante a subida.

Quando você chegar em um platô e enxergar uma cruz, uma casa ou o conjunto rochoso, parabéns você esta no Castelo do Açu.

Pontos de água

  • Durante a subida você encontrará 3 pontos de água, recomendamos que leve pelo menos 1 litro com você.
Travessia Petrópolis Teresópolis - Nascer do Sol

Travessia Petrópolis Teresópolis – Nascer do Sol

2° dia Travessia Petrópolis Teresópolis – Castelo do Açu x Pedra do Sino (11 km)

O segundo dia da Travessia Petrópolis Teresópolis é sem dúvidas o mais bonito porém também é o mais difícil em relação a navegação, com um tempo fechado a navegação pode ser complicada e neste dia também existe o trecho conhecido como “Elevador” e o “Cavalinho” e este segundo exige um pequeno lance de escalaminhada exposta que assusta bastante gente.

O tempo médio de caminhada nesse dia varia de 3 até 8 horas de acordo com seu ritmo.

Este 2° dia de Travessia Petrópolis Teresópolis começa ao lado esquerdo do abrigo sempre por trilha batida, você seguirá sentido Pedra do Sino.

Travessia Petrópolis Teresópolis - Pedra do Sino

Travessia Petrópolis Teresópolis – Pedra do Sino

Os primeiros minutos de caminhada serão em uma parte plana até começar a subida de um morro que no seu topo terá dois caminhos, um seguindo as setas amarelas descendo o morro para esquerda em uma descida bem ingrime e outra para direita em uma descida tranquila, escolha  a esquerda seguindo sempre as setas amarelas (estão por todo o caminho neste dia). Se tiver com tempo vale muito a pena escolher a bifurcação da direita e ir conhecer os Portais de Hércules que é sem dúvidas o mirante mais lindo de toda a travessia e você leva aproximadamente 40 minutos até lá (clique no link e veja todas informações).

A travessia segue com muitos sobes e desces e visuais maravilhosos o tempo todo, sempre por trilha bem batida, repleta de totens e marcações.

Em uma das descidas você chegará em um pequeno córrego, siga a trilha beirando ele até sair em um enorme platô rochoso, siga até seu final e a sua esquerda estará o vale que possui uma queda de água, uma ponte e do outro lado na subida uma série de grampos que formam uma grande escadaria até o seu topo, esta parte é conhecida como elevador.

O elevador pode parecer assustador de longe, mas é bem tranquilo e os grampos são bem próximos um dos outros. Chegando no topo você terá um visual lindo da Pedra do Sino de Petrópolis e neste ponto você esta bem mais próximo dele.

Vá para esquerda, seguindo os totens e continue a travessia durante alguns sobes e desces até chegar em uma descida que é recomendável o uso de corda só para garantir a segurança.

Descendo você encontrará uma boa área de camping (ideal para quem esta exausto vindo de Teresópolis) você cruzará mais um rio.

Travessia Petrópolis Teresópolis - Cavalinho

Travessia Petrópolis Teresópolis – Cavalinho

Continue a travessia até chegar em um enorme descampado onde você encontrará uma trifurcação, siga reto para pegar água se quiser. (o certo é a direita)

Volte e escolha o caminho da direita (pra quem chega na trifurcação) e siga subindo, após uns 15 minutos você andará sempre beirando a montanha a sua direita até chegar em uma parte mais aberta com um abismo do seu lado esquerdo e de frente você terá o famoso “Cavalinho”.

Cada um sobe o Cavalinho de um jeito, a forma mais fácil que encontramos foi encontrar uma agarra de mão muito boa na fenda da direita da rocha onde cabe as duas mãos e passar o pé direito, monte na rocha como se fosse montar em um cavalo e pronto, você passou do Cavalinho.

Logo após o Cavalinho você encontra outro lance de escalaminhada, depois deste você deve seguir beirando a trilha até encontrar a bifurcação a direita bem sinalizada indicando a Pedra do Sino.

Se estiver próximo do por do sol recomendamos que esconda as cargueiras e não perca de forma alguma esse espetáculo, porém se estiver com tempo de sobra siga até o acampamento e depois volte de ataque para o cume.

Durante o caminho você tem visual do acampamento lá embaixo, em um trecho você terá uma bifurcação a esquerda descendo e outra reta plano, os dois caminhos dão no acampamento porém o mais curto é o da esquerda que você sai de frente para o acampamento. O outro caminho você andará mais e sairá atrás do acampamento e ainda tem o risco de ir para o Morro do São Pedro sem querer. Se por acaso você perceber que passou a bifurcação do caminho mais curto siga este outro trajeto porém fique sempre atento a sua esquerda para entrar na bifurcação.

O abrigo da Pedra do Sino é tão bem estruturado quanto o 1° e existem boas áreas de camping para se instalar.

Travessia Petrópolis Teresópolis - Indicação para a Pedra do Sino

Travessia Petrópolis Teresópolis – Indicação para a Pedra do Sino

A subida da Pedra do Sino

Volte o caminho até a bifurcação da Pedra do Sino e siga-a. A subida é como toda a travessia e leva aproximadamente 15 minutos. Você reconhecerá o cume por ele possuir um monumento de concreto no seu cume.

3° dia Travessia Petrópolis Teresópolis – Pedra do Sino x Sede Teresópolis (12 km)

O último dia da Travessia Petrópolis Teresópolis é o mais tranquilo apesar de ter a maior quilometragem. Este dia não tem muitas dificuldades, nem de navegação nem de esforço físico. O tempo médio desse dia varia de 3 até 6 horas de caminhada dependendo do ritmo.

O percurso é bem batido e quando alcançar a mata final você caminhará em um eterno “zigue zague” até chegar em uma bela cachoeira e ótima para banho e depois na sede de Teresópolis finalizando a Travessia Petrópolis Teresópolis.

Travessia Petrópolis Teresópolis

Travessia Petrópolis Teresópolis

 

Nível de Dificuldade da Travessia Petrópolis Teresópolis

A Travessia Petrópolis Teresópolis é uma travessia difícil fisicamente e também para navegação, em dias de neblina muitos grupos erram bastante até chegar no seu destino final.

Além disso o peso da cargueira sempre é alto em travessias de três dias, ainda mais para montanhismo onde o equipamento de frio é essencial.

Recomendamos o uso de relatos, gps ou de guias locais.

Atrativos Naturais da Travessia Petrópolis Teresópolis

São vários atrativos na Travessia Petrópolis Teresópolis, os principais deles são: Pedra do Sino de Petrópolis, Cachoeira Véu da Noiva Petrópolis, Portais do Hércules, Castelo do Açu, Dedo de Deus, Agulhas do Diabo entre outros atrativos do Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Travessia Petrópolis Teresópolis - Portais de Hercules

Travessia Petrópolis Teresópolis – Portais de Hercules

Cuidados na Travessia Petrópolis Teresópolis

  • Se você não estiver bem preparado fisicamente não faça essa trilha;
  • Se não sentir confiança procure um guia local;
  • Em caso de chuva e relâmpagos o recomendado é abortar a subida;
  • Como em toda trilha ou travessia existem animais peçonhentos;
  • Não tenha pressa, machucar-se em um lugar desse pode dar um trabalho e tanto;
  • Leve todo equipamento necessário para o frio pois as temperaturas na Travessia Petrópolis Teresópolis podem ser negativas;
  • Leve bastante protetor solar, pois a maioria da caminhada é sempre exposta ao sol;
  • Abasteça pelo menos 1 litro de água em todos pontos de água da travessia.

Segue um link se você quiser saber mais de Perigos na Trilha.

Travessia Petrópolis Teresópolis - Cachoeira Véu da Noiva

Travessia Petrópolis Teresópolis – Cachoeira Véu da Noiva

Dicas essenciais para conhecer a Travessia Petrópolis Teresópolis

  • Toda a reserva é feita pelo site (no final da publicação), não é possível acampar sem reserva;
  • O parque é muito concorrido por isso reserve o quanto antes;
  • É praticamente impossível reservar os abrigos devido a procura gigantesca;
  • Se for de ataque (bate volta) tente ir o mais cedo e o mais leve possível;
  • De preferência para o pernoite no cume do Açu para ver o pôr e nascer do sol;
  • Você tem água em mais de 4 pontos durante o trajeto, mas mesmo assim ande com pelo menos 1 litro de água;
  • Se o tempo estiver fechado e você for acampar pergunte para os funcionários do abrigo onde é a área de camping dentro de uma “gruta” que é uma área bem protegida;
  • Nos abrigos existem banheiros então não faça o número 2 em qualquer lugar;
  • Evite os atalhos do último dia para preservação do parque;
  • Não perca nenhum nascer ou por do sol;
  • Se possível faça a travessia em um feriado de 4 dias e aproveite os outros atrativos que estão no caminho, vale muito a pena.

Travessia Petrópolis Teresópolis – Tarifas, abrigos e camping

Veja mais informações de tarifas, abrigos e campings da Travessia Petrópolis Teresópolis:

Abrigo Castelo do Açu

  • Camping com capacidade para 100 pessoas e o Abrigo esta em reforma (2015)

Abrigo Pedra do Sino

  • Camping com capacidade para 70 pessoas mais 30 no abrigo

Taxas para Travessia Petrópolis Teresópolis

Como o valor varia todo ano recomendamos entrar em contato diretamente com o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (contato abaixo).

Informações de contato e reserva

Segue os dados para entrar em contato e com o Parque Nacional da Serra dos Órgãos:

  • Telefone: (21) 2152.1100 (Administração) /  (21) 2642.4072 / (21) 2152.1111 (Portarias);
  • Para reservas: www.parnaso.tur.br .

Obrigações com o Meio Ambiente na Travessia Petrópolis Teresópolis

  • Leve seu lixo;
  • Recolha lixo se for possível;
  • Não use drogas ou bebidas alcoólicas para diminuir o risco de acidentes;
  • Faça suas necessidades a no mínimo 50 metros de distância de rios e nascentes.

Se alguém tiver alguma informação a agregar, ou correção, estamos abertos a sugestões.

Curta nossa página no Facebook e coloque para receber todas notificações para não perder nenhuma notícia de atrativos naturais maravilhosos em todo o Brasil.

Bora se divertir!

Largamos tudo e estamos viajando o mundo de bicicleta cadastrando mais atrativos naturais com todas informações necessárias para facilitar sua trip! Apoie nosso projeto fazendo uma doação de qualquer valor!


Autor: Raphael Yamamoto
Posts escritos: 261

Raphael Yamamoto, apaixonado pela natureza, nascido em outubro de 1989, solteiro, vegetariano e profissional de marketing digital. - Meu maior sonho pessoal. Cair no mundão com meus irmãos do Cocô no Mato! - E o meu maior sonho para o mundo é tentar mostrar com esse blog uma vida diferente, idéias diferentes, valores diferentes dos atuais que esse sistema FD* implanta, fazendo nossas vidas uma obrigação atrás de outra e no final não vivemos, apenas sobrevivemos! PENSE PRA FORA DA CAXOLA GALERA, não deixe que o sistema implante vontades, valores, missões, modas entre outras coisas lixo em sua vida, isso só é benéfico para ele. LIBERDADE, FELICIDADE, AMOR E JUSTIÇA!

Compartilhe este post no

7 Comentários

  1. tudo bom!!!

  2. Valeu pelas dicas, Raphael, estou me programando para ir nas minhas férias, em Agosto. Sou de Barra Mansa RJ. se der tudo certo, te mando um email depois. Bora Petró-Terê…uuuhhuuu!!

  3. Fala José,

    Vai que vai sem dúvidas é uma das travessias mais tops que já fiz o visual é incrível durante todo tempo ;)!

    Pra cima delas!

    Comente aqui ou mande um e-mail com fotos =)

    Abraços!

  4. Olá! Parabéns pelo texto! Muito bem detalhado!
    Tenho apenas uma dúvida: é possível fazer a travessia no sentido contrário? Quais seriam as maiores vantagens/desvantagens de se fazer no sentido Teresópolis-Petrópolis?
    Obrigado!

  5. Fala Gabriel beleza?

    Olha de verdade recomendo fazer da forma tradicional. Fazendo da forma contrária acredito que as subidas serão mais puxadas, mas o visual é o mesmo =).

    Abraços!

  6. Parabéns pelo post! Adoro o Cocô no Mato e indiquei esse post no meu blog, para que as pessoas leiam mais infos. sobre a Travessia!

  7. Eai Camila tudo bem?

    Que bom que adorou e obrigado por nos indicar no seu blog =)!

    Sempre que precisar de algo estaremos aqui!

    Beijão!

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *